11 99659-7705 ou 4702-3097

 

O Alentejo é a maior província de Portugal, tem cerca de 1/3 do território, mas é pouco populoso. Há vários tipos de agricultura na região,mas a rolha é um dos produtos mais importantes. Nas planícies temos o plantio de vinhas verdes. Um dos problemas é a baixa pluviosidade no verão. Com isto, a irrigação é considerada fundamental.

As duas principais uvas cultivadas no Alentejo, são : a Aragonez e a Trincadeira. Elas produzem vinhos supermaduros, de sabores atraentes e fáceis, caindo no gosto do mercado. Grandes produtores como Cartuxa,Esporão,Redondo e Reguengos fazem vinhos consistentes , que não podem ser reproduzidos no norte do país.

Atualmente toda a província é coberta pelo vinho regional alentejano, com 8 classificações DOC : Portoalegre, Borba,Redondo, Évora,Reguengos,Granja-amareleja, Moura e Vidigueira. Todos os produtores desta região podem colocar no seu vinho a denominação Alentejo.Na região também são produzidos dois bons vinhos brancos com as uvas Antão Vaz e Roupeiro._dsc8019-jpg_backup

Os solos da região são compostos de vários tipos, como : xisto,base de granito e pedra calcárea. As uvas  tintas mais plantadas são : Aragonez, Tricadeira, Cabernet Sauvignon,Castelão, Moreto,Syrah,Alicante Bouschet. Entre os brancos temos : Antão Vaz, Roupeiro,Diogalves, Manteudo,Perrum e Chardonnay.

A Herdade do Esporão é talvez o produtor de maior destaque. Com 550 HA de vinhas, são produzidas cepas locais supermaduras e o vinho resultante tem sabor maduro e mentolado lembrando os vinhos tintos do novo mundo. Sua principal marca, Monte Velho, se destaca pela consistência e regularidade e é facilmente encontrada nas lojas do Brasil. Seu preço também é acessível, cerca de R$ 50,00, pela garrafa.